Nabê Udon da Batian

Como preparar um Udon caseiro pros dias frios

Nabê Udon, é aquela receita que todo japonês já comeu na casa da “Oba” (avó). Ele é aquele tipo de comfort food que traz a memória afetiva no paladar dos descendentes. É de certa forma prático, e delicioso para os dias frios de inverno!
Nabe (pronuncia-se: nabê) é panela, então seria um udon de panela, feito em casa.

Tikuá (massa de peixe)

Tudo nessa receita dá sabor ao caldo: o kombu (alga marinha), o shiitake desidratado que guarda um sabor potente (mais do que o fresco), o hondashi, claro, caldo de peixe, e o tikuá, massa de peixe. Além disso, ainda é possível colocar caldo de frango, ou até mesmo pedaços de frango para dar ainda mais sabor.

Caldo a base de Molho Tarê

Ah, e esse caldo, ele serve para preparar outros tipos de macarrão também como sobá e somen. Inclusive, se exagerou na quantidade de caldo, aproveite e já prepare o somen para reaproveitar!

Esta receita é uma receita bem caseira, então as quantidades são muitas vezes feitas a olho. Você pode ajustar ao seu gosto as quantidades e o caldo.

– 4 shiitakes desidratados (pode usar fresco, mas o desidratado dá um sabor especial)
– 8 copos de água filtrada
– 1 copo de Molho Tarê para caldo
– 1 sachê de Hondashi
– kombu em nozinho (quanto quiser)
– tikuá (massa de peixe)
– 1 pacote de macarrão de Udon (500g)
– 4 ovos

Modo de preparo:

Comece hidratando os shiitakes em um pouco de água filtrada.
Adicione a proporção de água e molho tarê na panela para ferver. (A embalagem indica 5 copos de água para 1 de molho tarê, mas fique à vontade para ajustar de acordo com o seu gosto).
Adicione o hondashi e deixe ferver.

Já adicione o Kombu ao caldo.
Assim que estiverem hidratados, corte os shiitakes como preferir (cubos, fatias, pedaços…) adicione-os ao caldo. Se quiser, pode adicionar um pouco da água do shiitake.
Fatie o Tikuá como preferir e adicione ao caldo.
Quebre os ovos e bata levemente eles.

Deixe o caldo levantar fervura. E então adicione o Udon, mexa e deixe por mais alguns minutos.
Quando voltar a fervura, abra um espaço delicadamente e despeje os ovos com cuidado no caldo. Deixe por mais algum tempo.
E assim que o ovo estiver cozido, está pronto.

Que quiser deixar em fogo baixo, o Nabe Udon é como o Oden, quando mais tempo, mais saboroso fica.
Sirva quentinho!

Se fez em casa, conta pra gente o que achou lá pelo instagram, e aproveita pra seguir a gente por lá!

Semana do Curry Nakayoshi

Primeira semana do Curry no Brasil Ingrediente de um dos pratos mais apreciados no Japão, o condimento curry ou karê, tem uma data em sua homenagem no Japão. É comemorado no dia 22 de janeiro, o Dia do Curry, instituído pelo Conselho Nacional dos Nutricionistas Escolares do Japão para homenagear o ingrediente que dá origem ao ensopado acompanhado de arroz, chamado de curry rice ou […]

Encomendas para a sua Ceia | Banquete de Festas Nakayoshi

Encomende já um Banquete de Festas gostoso e saudável! Final de Ano pede celebrações ainda que com pouca gente e em casa, afinal, chegamos até o final de 2020! Te ajudamos a preparar um belo banquete com nossos pratos festa! Por menor que tenha que ser a festa neste ano, não pode faltar comida de qualidade e saborosa não concordam? Temos várias opções de pratos […]

Receita de {mini} Okonomiyaki

O Okonomiyaki é uma receita simples e bem a gosto de quem prepara. Trata-se de uma espécie de “panqueca japonesa”. Segundo nomenclatura: “okonomi” significa “o que você quer” ou “do seu desejo” e “yaki” significa frito.

Nesta versão, preparamos ainda em formato “mini” panquequinhas, ideal para levar em um obentô, ou para servir também para as crianças. Mas, você pode também fazer ela em formato grande, só se certificar que fique bem fritinha.

Também pode adicionar ingredientes de carne, como carne de moída, bacon em tiras ou cubos. Aqui fizemos uma versão só com vegetais. Mas o principal da receita, geralmente é não esquecer do repolho.

Os ingredientes usados podem ser encontrados na Nakayoshi em Indaiatuba e Sorocaba.

Ingredientes:

– 1/2 cabeça de repolho grande ralada

– 1 cenoura média ralada

– 1 raíz de bardana “gobô” (1/2 se for mais grossa) ralada – o gobô após descascado, deve ficar na água e escorrer antes de usar.

-1 punhado de vagem picada

– 1/2 cebola fatiada

– 2 dentes de alho

– 2 ovos batidos

– 2 colheres de café de sal

– cerca de 4 colheres de sopa de farinha de trigo (vai depender dos ingredientes, a quantidade é até dar o ponto)

– água filtrada (se necessário)

-óleo vegetal para fritar

– se quiser, pode adicionar pimenta do reino, hondashi, cebolinha, nirá…neste caso, modere no sal.

Modo de preparo:

Depois de higienizar e ralar ou fatiar os ingredientes, junte-os em uma tigela maior e misture bem e já adicione um pouco de sal (com isso os vegetais vão soltar um pouco de água).

Lembrete: o gobô deve ficar na água após descascado para não escurecer. Antes de usar, escorra a água.

Bata os ovos em uma tigela separada, adicione mais uma pitada de sal aos ovos. Junte aos vegetais, misture bem.

Aos poucos, vá adicionando a farinha e mexendo até dar o ponto. Se necessário para formar a massinha, adicione um pouco mais de água filtrada.

Não precisa formar uma massa muito grossa para não ficar “massudo”. Em uma frigideira ou chapa quente, adicione o óleo vegetal.

Com o auxílio de uma colher, despeje a quantidade desejada para formar a panqueca e distribua ela. Deixe dourar de um lado e torne a para finalizar.

Para servir, a sugestão é usar a maionese Kewpie, um molho tarê e algas e/ou peixe bonito seco.

Receita: Tofu Mexido com Acelga Chinesa

Receita fácil com tofu!

Não sabe como incluir o tofu na sua alimentação? Tá aqui um jeito fácil e prático! E você usa o que tiver na geladeira!

Uma boa idéia pra complementar um pedido de delivery da Nakayoshi né?

Aqui fizemos o tofu pensando na substituição do ovo mexido, em especial para os vegetarianos. Além de ser uma forma de variar o preparo do Tofu no dia a dia, até mesmo quando ele já não está mais tãao fresquinho para ser consumido cru, ele assim cozido fica saboroso e você tempera como preferir!

Mostramos lá embaixo, algumas fotos do molho de ostras que usamos na receita. Ele é saboroso e bem concentrado, por isso não é preciso tanto nos preparos.
Tem um sabor levemente adocicado e pode ser usado em várias receitas, inclusive no shimeji na manteiga, aquele clássico!

Na Nakayoshi temos os produtos para você preparar aí em casa!

Temos mais receitas com molho de ostras por aqui!

INGREDIENTES:

– 500g de tofu

– 1 pé de acelga chinesa (pequeno) / ou outra verdura que preferir

– 1/2 cebola picada em cubos – 1 colher de sopa de óleo vegetal

– 1 colher de chá óleo de gergelim

– 1 pitada de sal

– 4 colheres de sopa de molho de ostras *

*pode usar comente shoyu para ficar vegetariano.

PREPARO:

– Higienize a acelga e pique em pedaços largos

– drene a água do tofu e passe um pano ou papel toalha para retirar o excesso de água

– com um garfo, ou com as mãos, desmanche o tofu em pedaços.

– Aqueça a frigideira ou panela “wok” com o óleo. Adicione junto o óleo de gergelim.

– refogue a cebola.

– coloque uma pitada de sal para ela suar.

– adicione, então o tofu em pedaços, e misture com cuidado para não desmanchar demais.

– Usei açafrão da terra para dar uma cor amarelinha a ele

– Deixe bastante tempo para ele secar.

– quando estiver mais seco, adicione a acelga e mexa aos poucos.

– Ela irá cozinhar com o próprio vapor.

– Para finalizar, adicione o molho de ostras e misture.

– salpique gergelim torrado em cima, e sirva

Dia dos Namorados | Menu Enamorata Nakayoshi

Dia dos Namorados em casa com Nakayoshi e a gente prepara tudo com muito carinho para vocês! Menu Enamorata Nakayoshi EDIÇÃO LIMITADA para o Dia dos Namorados! Preparamos para você e seu amor, um Menu especial para aproveitarem em casa, com: – Entrada: saladinha de sunomono, bolinho de salmão, bolinho de bacalhau, frango karaguê e shimeji na manteiga – Principal: uma maravilhosa Barca Mix com […]

Tsukemono de Pepino NA CERVEJA!

Já viu um tsukemono de pepino na cerveja? Uma boa pro carnaval que está chegando, e na verdade para qualquer ocasião!

Quem não gosta de uma conserva de pepino bem crocante pra acompanhar o prato, ou até para petiscar.

Essa receita de pepino em conserva já é a segunda do canal Nakayoshi! Mas diferente da primeira que é adocicada e leva gengibre (veja aqui!) nesta versão, o caldo é a base de cerveja!
Combina com uma tarde na piscina, acompanhando uma cervejinha aliás!

Fiquem tranquilos, não fica com gosto forte de cerveja! E é muito fácil o preparo! Já deixa ela pronta para quando precisar!

Como preparar um tsukemono de pepino na cerveja

Ingredientes:

  • 2 colheres de sopa de sal
  • 1 colher de sopa de açúcar
  • 1 punhado de alga wakame
  • 1 lata ou long neck (350ml) de cerveja
  • uma saquinho ou recipiente que caibam os pepinos de preferência inteiros.

Preparo:

  • higienize bem os pepinos
  • em um saquinho ou tigela grande, coloque o sal, o açúcar, o wakame e a cerveja. Mexa um pouco para a mistura dissolver.
  • Coloque todos os pepinos juntos e de uma forma que todos fiquem imersos.
  • Feche bem o saquinho ou tampe o recipiente e leve à geladeira por 3 dias ou até murcharem.
  • Na metade do tempo, vire o saquinho ou os pepinos para que fique uniforme.
  • Depois do tempo, escorra o caldo e reserve o wakame. Se preferir, pode enxaguar os pepinos em água filtrada antes de servir para diminuir o gosto amargo da cerveja, mas com o tempo, ele vai amenizando, o pepino solta um pouco de água e fica mais suave.
  • Pique o pepino como preferir.
  • Para servir, misture o wakame de volta, salpique gergelim tostado e se quiser, algumas gotinhas de óleo de gergelim.

Gostou? Segue o canal para mais receitas lá no You Tube!

Os produtos do vídeo tem todos na loja Nakayoshi Indaiatuba e Sorocaba, inclusive a cerveja Kirin!

 

Imunidade e Alimentação Saudável

A imunidade e alimentação saudável no dia a dia “Que seu alimento seja seu medicamento” Hipócrates A imunidade sem dúvidas se tornou um assunto muito falado por esses dias, afinal, estar com a imunidade em dia, pode te proteger em especial de ser acometido por doenças virais. Você cuida diariamente da sua imunidade? Aqui estamos preparando o almoço e cuidando sempre da nossa saúde! A […]

Frango Karaguê na AirFryer

Como preparar um almoço rápido com frango Karaguê na Air Fryer

Esta vale mais para os nossos clientes da Nakayoshi Indaiatuba ou Sorocaba que é restaurante japonês e mercado oriental também! Mas fica a sugestão de preparo para todos os que assistirem!

A sugestão maior é ter sempre algo prático no congelador, seja comprado em loja ou até mesmo porcionado em casa para quando faltar tempo ou até mesmo inspiração na cozinha (quem nunca né?). Lembrando que congelar os alimentos aumenta a vida de prateleira deles e não causa perda de nutrientes, ou seja, tá liberado consumir alimentos congelados! A não ser que sejam ultraprocessados (hambúrgueres, nuggets, aqueles que vocês já sabem) que é um outra história.

Na Nakayoshi uma das opções de congelados, é o Frango Karaguê, que já vem prontinho, só precisa ser aquecido. Sim, é um alimento frito, não é para ser consumido com uma frequência muito grande.

Mas como já dissemos, de vez em quando não faz mal, é tudo uma questão de equilíbrio!

Se não conhece ainda a loja Nakayoshi, tanto em Indaiatuba quanto em Sorocaba, há diversas opções de produtos orientais na loja.

No vídeo preparamos ele na AirFryer, acho que é a opção mais prática, rápida e que faz menos bagunça.

https://youtu.be/4SIMU7odSEQ

 

É só pré-aquecer a fritadeira, por uns 2 minutos sem nada.

Adicionar o frango, direto do congelador.

Programar para 10 minutos a 190ºC, enquanto prepara o restante da refeição.

No meio do tempo, pode abrir e mexer um pouco para ficar uniforme.

Está pronto!

Sugerimos usar o molho Tonkatsu, ou Tarê que fica uma delícia!

Ah! As crianças adoram! E iria muito bem no seu obentô preparado em casa!

Experimentando Alimentos Fermentados com Nilda Takeuti

Como comer alimentos fermentados?

Você conhece os alimentos fermentados?
São alimentos muito comuns no Japão. Sabe-se que os alimentos fermentados são ótimos para o funcionamento do organismo como um todo, além disso são práticos para ter em casa e complementar uma refeição, por sua durabilidade e praticidade.

A fermentação, é o processo de produção de alimentos onde microorganismos como bactérias ou leveduras fermentam o alimento, alterando o sabor e textura no produto final.

São alimentos bastante benéficos na saúde intestinal, para o bem estar físico e mental, para prevenção de diabetes tipo 2, melhora da imunidade, melhora do humor, facilita a digestão.

https://youtu.be/Lt8WVQCYS9I

Convidamos neste vídeo, nossa cliente e parceira de mídias Nilda Takeuti do Blog Dicas da Nilda para degustar aqui no restaurante japonês Nakayoshi e contar um pouco para vocês do sabor de cada um. No vídeo ela prova o Umeboshi, o Kimchio Gari, o Fukujinzuke, e o missoshiru (sopa de massa ou pasta de soja fermentada).
Temos na loja ainda diversas outras opções de conservas na loja.
Fica o convite para você conhecer o restaurante japonês e o mercado oriental Nakayoshi e descobrir novos sabores e maneiras de cuidar da sua saúde em casa!

Qual desses você conhece e já consome? Conta pra gente nos comentários 🙂

Conheça um pouco mais dos fermentados:

No buffet do restaurante Nakayoshi em Indaiatuba, temos sempre:

  • umêboshi – ameixa em conserva, características azedo e salgado
  • kimchi – acelga fermentada apimentada
  • conserva de nabo – nabo curtido com característica salgada, pode ser levemente doce
  • gari – gengibre em conserva, levemente doce

Na geladeira, para levar para casa temos ainda mais opções além dos acima:

  • hanaume –  flor de hibisco curtida no sal, conserva bem salgada, o sabor lembra do umêboshi
  • tsukemonos – diversas conservas do tipo tsukemono, curtidas no sal, ou missô, sabores fortes e acentuados. Geralmente nabo, pepino, melão, entre outros. (receita de tsukemono pra fazer em casa)
  • Fukujinzuke – conserva feita a base de shoyu, com vários legumes picados pequenos, costuma ser bem adocicado.
  • lakyo (pode ser pronunciado como “rakyo”) – conserva de cebolinha, o bulbo da cebolinha em conserva, geralmente adocicado
  • missô – a pasta de soja fermentada, usada em diversos preparos, o mais comum é a sopa de missô missoshiru (receita de missoshiru). Também para marinar carnes como a copa lombo ou lombo suíno que combina bem com o sabor do missô (receita de copa lombo no missô).

 

  • nakayoshi-fermentados-1

    Lakyo

     

    nakayoshi-fermentados-2

    Umeboshi

     

Newsletter
Mídias sociais
© Todos os direitos reservados à Nakayoshi