Takenoko [broto de bambu] | Cozinha Fácil Nakayoshi #45

Takenoko {broto de bambu}

É tempo de takenoko! O broto de bambu é um alimento milenar!

Aqui no Brasil muito pouco conhecido. Ele costuma ser ingrediente de pratos japoneses e chineses, um pra to comum que leva takenoko é o nishimê, um cozido de legumes japonês. É uma delícia, e o preparo é similar ao do vídeo.
O curioso é que antes deste preparo, o broto de bambu passa pelo processo prévio de cocção por horas, para que saia o sabor amargo e possa servir de alimento. Antes disso, não se deve nem servir para consumo, assim como não consumimos a mandioca crua, o broto de bambu deve passar pelo cozimento prévio, e é assim em pacotes já cozidos que ele pode ser encontrado em lojas especializadas.

RECEITA

Ingredientes:
🔸 1 pacote de takenoko
🔸 2 folhas de kombu ou compre os nozinhos já feitos
🔸 1/3 de xícara de chá de molho tarê
🔸 5/3 medidas de água filtrada
🔸 1/2 pacote de hondashi
🔸 gohan para acompanhar
Preparo:
🔸Drene o takenoko e deixe em água limpa.
🔸enquanto isso, hidrate o kombu.
🔸 depois de hidratado, corte as folhas, em pedaços menores mas compridos e dê nós nele.
🔸 depois de dado o nó, corte-os
🔸 drene a água do takenoko novamente
🔸 em uma panela, coloque óleo até cobrir o fundo e refogue o takenoko
🔸 coloque o kombu e o molho com a água
🔸 o hondashi e tampe
🔸 deixe cozinhar por cerca de 15 minutos, até amolecer e corar.
🔸 sirva com gohan

foto1

foto

DSC_2335

 

Maze Gohan {arroz misturado} | Cozinha Fácil Nakayoshi #25

O Maze Gohan é um clássico arroz festivo de famílias japonesas.

Trata-se de um arroz temperado e cheio de ingredientes junto. Nesta versão usamos a alga Hijiki, uma alga bastante nutritiva, rica em fibras, cálcio, ferro e magnésio. Excelente para a absorção do cálcio por outros alimentos.

É um prato bem fácil, e os ingredientes, à sua escolha! É difícil quem não goste dele, mas para ainda melhorar a aceitabilidade, usamos aqui dois tipos de arroz, o motigome (que é mais glutinoso, tradicionalmente, usa-se só ele) e o arroz japonês normal, ele fica menos “grudento”, mas saboroso igual.

Receita:

Ingredientes

– 1/2 xícara de chá de cenoura em cubinhos

-1/2 xícara de chá de gobô (raiz de bardana) em cubinhos {a dica é deixá-los em água para não escurecerem}

-1/2 xícara de chá de massa de peixe {a de sua preferência! Pode ser tikuá, kamaboku, satsuma aguê…}

-1/2 xícara de chá de vagem picada

-1/2 xícara de chá de shiitake fresco em cubinhos

-1 colher de sopa de alga hijiki (hidrate-as com água)

-2 copos medidores (que acompanham a panela) de gohan normal tipo longo

-2 copos medidores de gohan tipo motigomê (ele é mais branquinho, mais glutinoso)

-1/2 xícara de chá de molho tarê [o sal vem principalmente daqui, por isso, vai um pouco de gosto a quantidade]

-1 colher de sopa (ou um saquinho) de caldo de peixe (hondashi)

Preparo:

-Depois de higienizar os ingredientes, descasque os que for necessário, corte todos em pequenos cubos para porcionar.

-coloque a alga hijiki para hidratar em água morna.

-enquanto isso, lave o arroz, os dois tipos misturados: passe água e enxágue umas 3 vezes ou até a água começar a ficar transparente, então, coloque a água para o cozimento até a quantidade indicada na panela (conforme a quantidade de copos que usou) e deixe descansar um pouco. [não se esqueca, adicione a água antes de colocar os demais ingredientes].

-Adicione os temperos: molho tarê e hondashi e mexa.

-Adicione o restante dos ingredientes (a bardana e o hijiki drenados).

-Confira o limite de água da panela, caso tenha ultrapassado, retire um pouco da água para não correr o risco de transbordar!

-Leve a panela à base e ligue. Após o tempo de cocção, o gohan está pronto! DICAS: Nesta receita o arroz é feito na denkigama (panela de arroz elétrica).

Caso não tenha uma, pode ser feito em panela comum. A medida do arroz então será 1 e 1/2 medida de água para cada 1 medida de arroz.

MAZEGOHAN-3

MAZEGOHAN-4

Newsletter
Mídias sociais
© Todos os direitos reservados à Nakayoshi